terça-feira, 2 de junho de 2015

22 razões para apostar no mobile

Baseada no estudo da Mary Meeker’s Internet Trends, a Proxxima listou pontos que todos da área de comunicação deveriam prestar atenção nesse ano no ambiente digital e mobile.

1. A internet mobile está crescendo mais que o uso geral da internet: existem 2,8 bilhões de usuários da internet, aumento de 8% desde 2014, e 2,1 bilhões de usuários mobile, crescimento de 23%.

2. O uso de dados mobile cresceu 69% no ano passado, e 55% do tráfego desses dados vêm de vídeos.

3. Facebook e Twitter estão crescendo, mas não como antes. A receita por usuário e o crescimento mensal estão diminuindo. A receita por usuário do Facebook está em US$ 9,36, um aumento de 29% em relação ao ano passado, porém o crescimento em 2014 foi de 60%.

4. A receita do Twitter por usuário é de US$ 5,14, um aumento de 45% em relação ao ano passado, porém o crescimento nesse mesmo período em 2014 foi de 80%. O crescimento de usuários foi de 18%, abaixo dos 25% de um ano atrás.

5. A indústria de anúncios mobile como um todo cresceu 34% no ano passado, enquanto a publicidade desktop só cresceu 11%.

6. Os anúncios mobile estão tendo mais movimento, mas em pequenos estalos. Existem quatro novos estilos de anúncios mobile: os Pinterest's Cinematic Pins, os vídeos de cinco segundos da Vessel, os anúncios em carrossel do Facebook e o Google Local Inventory.

7. Os botões de “comprar” foram otimizados para mobile, e agora aparecem no Google, Facebook e Twitter.

8. Telas verticais e conteúdo vertical são um bom negócio agora. Cinco anos atrás, o tempo gasto em telas verticais era de apenas 5% do tempo geral.

9. O Snapchat afirma que os usuários estão nove vezes mais propensos a assistirem anúncios verticais até o fim do que anúncios horizontais.

10. O Snapchat tem 100 milhões de usuários diários, e o aplicativo tem mais de dois bilhões de visualizações de vídeos por dia. Um evento como o Coachella pode atrair mais de 40 milhões de visualizações no Snapchat Live Stories.

11. O Facebook tem 4 bilhões de vídeos visualizados por dia, sendo que 75% vem de celulares.

12. O Pinterest está ficando mais masculino com o aumento de quase 100% nas marcações de moda para homens – tags com carros e motos cresceram 120%.

13. Assistir a games como se fosse televisão está se tornando uma forma popular de entretenimento. O site de streaming de vídeo game Twitch atingiu a marca de 100 milhões de usuários por mês, um aumento de 122% em relação a 2014.

14. Twitch consegue atrair até 1 milhão de telespectadores ao mesmo tempo.

15. Os adolescentes continuam lançando tendências. As cinco redes sociais mais importantes para os jovens norte-americanos são, pela ordem, o Instagram, Facebook, Snapchat e Tumblr.

16. O e-commerce está começando a engrenar, com US$ 300 bilhões em vendas ano passado, o que representa 9% do total de vendas. Vendas online representavam menos de 1% em 1998.

17. O Alibaba, gogante do e-commerce chinesa, tem mais de US$ 350 bilhões em merchandising em sua plataforma. A Amazon chega aos US$ 100 bilhões.

18. As plataformas on-demand estão crescendo. O Airbnb, por exemplo, já atraiu mais de 35 bilhões de clientes – sendo que 25 milhões foram no ano passado. Os motoristas do Uber já atingiram a marca de um milhão. O número de vendedores da Etsy cresceu 26%, atingindo 1,4 milhão.

19. Um vendedor da Etsy ganha, em média, US$ 1,400 por ano. Os hospedeiros do Airbnb chegam a lucrar US$ 7,700 em um ano em Nova York.

20. A China é gigante e pode ser grande para conteúdo. O documentário Under the Dome, conquistou mais de 200 milhões de views em três dias, e 41% veio do aplicativo de mensagem WeChat.

21. O WeChat, que conta com 500 milhões de usuários, também pode ser usado para serviços governamentais na China.

22. A Índia será a próxima fronteira, abrindo oportunidades para Facebook, YouTube, Twitter, LinkedIn e Amazon.

Nenhum comentário: