quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Respeitem os torcedores

No capítulo II do Estatuto de Defesa do Torcedor, intitulado TRANSPARÊNCIA NA ORGANIZAÇÃO, afirma no artigo 5º que são asseguradas ao torcedor a publicidade e transparência na organização das competições administradas pelas entidades de administração do desporto, bem como pelas ligas de que trata o art. 20 da Lei nº 9.615, de 24 de março de 1998.

Pois bem.

Eu me pergunto onde está a transparência do Campeonato Brasileiro de 2013 para com o torcedor?

Se a "Confederação Brasileira de Futebol" (CBF) rebaixar a Lusa, estará rebaixando os torcedores que foram aos estádios, que possuem pay-per-view, que torceram e vibraram achando que estavam assistindo ao futebol. E aqui estão inclusos todos os torcedores, de todos os times.

Pessoas, que ao invés de terem ido a uma arena esportiva, poderiam ter ido ao teatro. Já que os 90 minutos, das 38 rodadas do Brasileirão, foram encenações. Gastamos dinheiro à toa, porque quem decide o ato final é o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Pois bem.

Façamos cumprir a lei.

No Regime Interno do STJD, as sessões ordinárias acontecem de segunda a sexta-feira, dando-se preferência a que as sessões das Comissões Disciplinares sejam marcadas a partir das dezoito horas.

O caso Heverton foi julgado na antevéspera do término do campeonato, sexta-feira. Logo o prazo para recorrer seria segunda-feira, como consta no segundo parágrafo do artigo 43 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD): “Considera-se prorrogado o prazo até o primeiro dia útil se o início ou vencimento cair em sábado, domingo, feriado ou em dia em que não houver expediente normal na sede do órgão judicante”.

Sem mais.

Nenhum comentário: