terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Quebrar um ovo pode ser coisa do passado, segundo sugere empresa portuguesa

Ah essa modernidade...

Em época de crise o ovo estrelado vira rei.

De olho nesse filão, o Departamento de Engenharia Mecânica da Universidade do Minho, a empresa Valinox e o Grupo Derovo criaram um protótipo de uma máquina capaz de produzir 100 ovos estrelados por hora.

Chamado de "Egg Ready", o produto, embalado individualmente, está pronto a ser consumido após ser aquecido num forno micro-ondas.

A ministra da Agricultura, Assunção Cristas, empolgada com esta que pode vir a ser a primeira patente portuguesa no setor, afirmou que trata-se de um ovo "altamente nutritivo", que possui "todas" as proteínas diárias necessárias, sem "o problema do colesterol" por não ter gordura na sua confecção.

Nenhum comentário: