segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Fado é imortalizado como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade da UNESCO

No último domingo (27), o Fado entrou para a seleta lista de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade da UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura).

A música "melancólica" ritimada pela guitarra portuguesa, nos remete logo a grande dama do estilo, Amália Rodrigues. Mas, artistas contemporâneos, como a Mariza tem mantido a tradição magistralmente. E, o estilo musical, com influência moura e brasileira, tem ganhado novas vertentes, como a apresentada pelo grupo Deolinda.

Em Lisboa não é difícil ouvir um fadista. Eles estão no Castelo de São Jorge, na Baixa Pombalina e até em discos de vinil ecoados em Sintra. Na rua São Bento, 193, cheguei a ficar arrepiada em frente da Casa-Museu Amália Rodrigues.

Parabenizo os portugueses por esta conquista e a humanidade por o ter eternizado.

O Brasil também esta na lista do Patrimônio Cultural Imaterial. O país é representado pelo Samba de roda, o Fandango, o Yaokwa, ritual dos índios Enawene, e as expressões orais e gráficas dos índios Wajapi.




Nenhum comentário: