terça-feira, 13 de setembro de 2011

Português mais viajado do mundo vive no Brasil

Em entrevista exclusiva para o emanuelleoliveira.blogspot.com, o arquiteto Luis Filipe Gaspar revela que é um viajante profissional. Nascido em Lisboa, em 1958, tomou gosto por conhecer pessoas e novos locais aos 16 anos.

De lá pra cá visitou 134 dos 193 países reconhecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU). E, conheceu mais de 490 lugares, que incluem estados, províncias, regiões, arquipélagos e enclaves, em todo o mundo.

Esta façanha lhe rendeu o título de português mais viajado do planeta, como indica o site Most Traveled People (MTP). Neste portal, ocupa a 49ª posição, numa lista que traz mais de onze mil inscritos de inúmeras nacionalidades.

“Viajar é viciante”, diz o cidadão do mundo que hoje habita São Paulo (Brasil).

Mas o que ele busca nestas viagens? A ânsia de olhar de perto e vivenciar os patrimônios culturais e naturais reconhecidos pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura), conta.

“Estou em São Paulo há 8 anos e gosto muito de estar cá. Gosto do intercâmbio Portugal/Brasil, do acolhimento, das similaridades de ambos os países e das singularidades brasileiras constituídas por conta da miscigenação de outras nacionalidades, como a italiana, japonesa...”

Para Luis Filipe Gaspar, o Brasil é visto pelos portugueses como um destino de praia, deixando-se explorar somente a região Nordeste e a cidade do Rio de Janeiro. Mas há outras riquezas tão ou mais interessantes em outros estados. “Indico para que visitem a cidade de Bonito (MS), a Amazônia e o Pantanal”, cita.

Além disso, há 18 Patrimônios Mundiais (PM) da UNESCO no País. “Os monumentos são pouco explorados turisticamente. É uma cultura muito interessante que merecia mais divulgação. Conheço todos e são impecáveis”, relata o viajante profissional.

Atravessando o Oceano Atlântico em direção à Europa, o arquiteto diz que não pode faltar no roteiro do brasileiro que chega a Portugal uma parada em Lisboa (PM), Cascais e Sintra (PM). Mais ao Norte merece atenção a cidade do Porto (PM), suas caves e região vinícola do Rio Douro (PM).

Évora (PM) também é lembrada por sua arquitetura, culinária e doçaria. Assim como a região do Algarve e a Costa Vicentina, como opção de veraneio. “Me parece que os brasileiros desconhecem que há praias em Portugal. Por isso, indico que nas férias de julho, enquanto aqui é inverno, conheçam as praias selvagens em pleno verão europeu”.

Segundo ele, o brasileiro que pretende conhecer o mundo pode começar por Portugal, por conta da facilidade da língua, pelo país estar razoavelmente mais barato e pela baixa incidência de violência. “As vantagens é que você pode descer em Lisboa, alugar um carro no aeroporto e fazer o roteiro que bem quiser sem se preocupar com mais nada”.

Como bom viajante, Luis Filipe Gaspar não para e já se prepara para mais uma trip. Em breve ele parte para o continente africano onde visitará a Etiópia, Eritreia e o recém-criado país Sudão do Sul.

“A viagem sempre nos enriquece. Quando a fizer prepare-a bem e pense sempre em soluções alternativas, pois adversidades podem acontecer, mas o conhecimento que a viagem nos dá é uma das poucas coisas que levamos por toda a vida”.

O viajante profissional recomenda ainda: “Primeiro devemos conhecer o nosso país, para depois conhecer os demais. Só assim o mundo será a nossa casa”.

Nenhum comentário: