domingo, 23 de janeiro de 2011

Hulk, o goleador da época

O brasileiro Hulk, atacante do FC Porto, anda assombrando os lusitanos no Campeonato Português. Com uma marca impressionante, na temporada 2010/2011, de 1 gol por partida, Hulk já contabiliza 17 gols em 17 rodadas, contra 11 do português João Tomás, do Rio Ave.

"Desde (o também brasileiro) Mário Jardel, nenhum avançado do FC Porto marcava tanto no campeonato. O mítico ponta de lança foi o último a fechar uma temporada com uma média de gols superior a um por jogo", lembrou o jornal A Bola.

Chamado carinhosamente pela torcida como "Super Mário", Jardel foi quatro vezes artilheiro do Campeonato Nacional fazendo 30 gols em 31 partidas na temporada 1996/97, 26 em 30 partidas em 1997/98, 36 em 32 partidas na temporada 1998/99 e 38 também em 32 partidas na temporada 1999/00.

E por falar em Campeonato Português...
Segundo o Estudo Demográfico dos Futebolistas na Europa, elaborado pelo Observatório dos Jogadores Profissionais de Futebol (OJPF), os atletas da Liga portuguesa têm em média 26,26 anos, colocando a competição lusa acima da média europeia (25,80) e no 10.º lugar dos campeonatos mais envelhecidos.

Chipre, com uma média de 28,02 anos e a Letônia, com jovens de 23,11, aparecem, respectivamente, em cada uma das extremidades da lista.

...Brasileiros continuam a ser os mais visados
O Estudo Demográfico dos Futebolistas na Europa mostra também que no total de 408 jogadores registrados na Liga portuguesa, 230 são estrangeiros.

O maior contingente em Portugal continua a ser brasileiro (141 jogadores, um valor que representa mais de um terço de inscritos na Liga, e quase um quarto do total de brasileiros em ação em toda a Europa. Das 36 nacionalidades representadas no futebol português, seguem-se a França (14 representantes), e a Argentina (12).

Numa análise global, o Brasil, com 577 jogadores, surge como mercado preferido pelos clubes europeus, com mais do dobro da França (261), Argentina (233) e Sérvia (213). Portugal tem 124 jogadores no estrangeiro, 39 deles nas cinco principais ligas (18 na Espanha, nove na Inglaterra, cinco na Alemanha, quatro na Itália e três na França), é o quinto exportador de futebolistas, sendo o principal fornecedor do Chipre (35) e o terceiro na Roménia (16).

Na Liga Nacional...
O Rio Ave e Marítimo são os pólos opostos na Liga portuguesa, no que se refere à política desportiva para a atual temporada. Os vilacondenses são a equipe que mais aposta nos jogadores made in Portugal (16 num total de 22 utilizados), enquanto o Marítimo recorreu a apenas três lusos em 26.

Nas 16 equipes da Liga, apenas quatro (Rio Ave, Beira Mar, Paços de Ferreira e Sporting) recorreram a mais portugueses do que estrangeiros nas primeiras 17 rodadas. Além do Marítimo, Sp. Braga e Benfica, com seis jogadores nacionais, são que mais aposta em recursos importados.

Português é o mais bem pago do mundo
De acordo com a publicação da revista belga Sport Foot Magazine, o português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, é o jogador que recebe o maior salário do futebol mundial com um vencimento de € 12 milhões (R$ 26,8 milhões) anuais.

O periódico fez um levantamento dos 50 jogadores de futebol mais bem pagos do mundo. O segundo maior salário ficou com o inglês Wayne Rooney, do Manchester United, com um salário anual de 11,5 milhões de euros (R$ 25,7 milhões). Em terceiro figura Leonel Messi, do Barcelona e atual bicampeão do Mundo, com 10,8 milhões de euros anuais.

Kaká, do Real Madrid, é o único brasileiro que aparece na lista, em sétimo lugar, ganhando € 9 milhões (R$ 20 milhões) por ano ao lado de Zlatan Ibrahimovic (Milan) e John Terry (Chelsea).

Fonte: Terra, O Jogo, Bonde, Mais Esporte

Nenhum comentário: