sábado, 11 de dezembro de 2010

Como era ir ao cinema em Portugal no começo do século XX?

Ah, quem me deras perguntar para o cineasta português Manoel de Oliveira que hoje completa 102 anos! Sim, o realizador mais velho do mundo em atividade, autor de trinta e dois longas-metragens, me responderia fácil essa indagação. Mas, ele anda com a agenda lotada.

Acaba neste domingo o 14º Festival de Cinema Luso-brasileiro que homenageia o aniversariante da semana. Na sessão de encerramento, por exemplo, serão apresentados dois filmes do Manoel de Oliveira: o curta-metragem A Caça, uma preciosidade do cinema tuga, realizada em 1963 e a estreia de O Estranho Caso de Angélica, com presença do realizador.

Sendo assim, não nos resta outra alternativa a não ser descobrirmos sozinhos. E, quem disse que isso é uma chatice? Vá lá, lavanta-te deste sofá e 'bora' para o Museu da Ciência da Universidade de Lisboa.

Um projetor Lumière e um álbum com fotogramas que os projecionistas contrabandeavam dos cinemas lisboetas são algumas das preciosidades da exposição Cinema em Portugal - Os Primeiros Anos, que abriu nesta sexta-feira e segue até o dia 29 de maio de 2011, no museu da universidade.

A mostra organizada pela Cinemateca Portuguesa com o apoio da Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República apresenta 300 objetos e documentos que contam a história do cinema exibido em Portugal entre finais do século XIX e a década de 1930.

Entre as raridades estão fotografias de atores e atrizes, de rodagens de filmes, cartazes de cinema, câmeras, projetores, máquinas de cinema amador, exemplares de revistas e uma réplica de um kinetoscópio de Edison, com um filme mudo em película.

E, claro que se é para contar a história do cinema o realizador português Manoel de Oliveira não poderia ficar de fora. Dividida em seis núcleos expositivos, a mostra traz um espaço dedicado precisamente ao curta-metragem Douro, Faina Fluvial, com fotografias da rodagem do filme e revistas da época com artigos que referiam o documentário.

Os demais materiais estão reunidos nas seções: Primórdios e pioneiros. Estúdios e rodagens; Exibição: salas e públicos; Cinefilia: filmes e gêneros; Cinema em casa; Cinema Sonoro e Cronologia comparada.

Serviço
Cinema em Portugal - Os Primeiros Anos
Data: De 10 de dezembro de 2010 a 29 de maio de 2011
Local: Museus da Politécnica, Rua da Escola Politécnica, 58, Lisboa
Horário: Terça a Sexta das 10h às 17h / Sábados e Domingos das 11h às 18h

+ Festival de Cinema Luso-brasileiro
+ Museu da Ciência da Universidade de Lisboa

Um comentário:

José María Souza Costa disse...

Belissimo blogue. Interessante demais. Muitissimo bom. Eu tenho um muito simplório e estou lhe convidando a visitar-mer, e se possiverl seguirmos juntos por eles. Estarei grato esperando por voce lás
Abraços de verdade