terça-feira, 27 de julho de 2010

Meio ambiente arde e português ganha carro ecológico

O risco máximo de incêndio voltou hoje a ser a maior preocupação para 14 distritos do norte, centro e sul de Portugal. Por conta das altas temperaturas, que rondam os 40ºC, a população está em alerta. As queimadas além de preocupar os vilarejos, acaba com a mata nativa e atinge os animais silvestres.

Mas, em meio as labaredas, uma boa notícia ecológica ganhou destaque. Um português chamado António Gonçalves venceu a final da competição europeia ‘Opel ecoFLEX Experience’, ocorrida no último final de semana em Malmo, na Suécia.

Na competição, António superou 19 concorrentes advindo de diversos países europeus. Ele foi o único que ao dirigir sob condições diferentes os modelos Corsa, Meriva, Astra e Insignia ecoFLEX da Opel conseguiu apresentar uma média final de consumo dentro da faixa de 3 litros/100 km.

Como prêmio, o lusitano ganhou uma chave simbólica do novo modelo Ampera (fotos abaixo) que será lançado pela marca em 2011. O automóvel elétrico com extensor de autonomia é isento de emissão de gás poluente.

De acordo com a marca, em viagens de até 60 km, o motor é alimentado exclusivamente pela eletricidade armazenada na bateria de iões de lítio de 16 kWh. Quando a carga da bateria atinge o mínimo, entra automaticamente em funcionamento um motor-gerador instalado a bordo capaz de produzir eletricidade para prolongar a autonomia do carro para mais de 500 km. A bateria do Ampera pode ser recarregada através de qualquer tomada elétrica doméstica de 220/230 V. A operação de recarga completa dura cerca de três horas.

O sistema de propulsão do automóvel é praticamente silencioso e é equivalente a 150 cv de potência. Este Opel elétrico consegue acelerar dos 0 aos 100 km/h em cerca de 9 segundos e pode atingir uma velocidade máxima de 161 km/h.

Nenhum comentário: