quarta-feira, 2 de junho de 2010

Se estiver de viagem para Setúbal...

Não perca a 26ª edição do Festroia - Festival Internacional de Cinema de Setúbal, que exibe de 4 a 13 de Junho, em três salas em Setúbal, no Auditório da Anunciada, no Auditório Municipal Charlot e no Largo José Afonso, e no Fórum Romeu Correia, em Almada, 190 filmes, oriundos de 40 países.

Apesar de não existir nenhum filme português na competição oficial do festival, o cinema português marca  presença na seção Grandes Realizadores Europeus com o mais velho cineasta do mundo, Manoel de Oliveira, com o filme Singularidades de Uma Rapariga Loura.  O filme Uma Aventura na Casa Assombrada, de Carlos Coelho da Silva, está na seção Panorama Juvenil.

Segundo o site Filmes Portugueses, foram inseridos na seção Cinema Português:  A Bela e o Paparazzo, de António Pedro Vasconcelos, A Nossa Última Conversa, de Miguel Peres, A Religiosa Portuguesa, de Eugène Green, Cinerama, de Inês Oliveira, Noturna, de Francisco Carvalho, O Último Condenado à Morte, de Francisco Manso, Os Sorrisos do Destino, de Fernando Lopes, Pare, Escute, Olhe, de Jorge Pelicano, e Shoot Me, de Marco Badalo.
Para seção Curtas Sadinas foram seleccionadas 4 curtas: The Boleia, de Ricardo de Almeida, Hope, de Pedro Sena Nunes, Those Happy Days, de Ricardo Almeida e Emanuel Nevado, e Era Assim a Vida Naquele Tempo, de Alberto Pereira e João P. Amaral.

Nesta edição, o Festroia atribui o prêmio Golfinho de Carreira ao ator Rogério Samora, que neste ano comemora 30 anos de carreira. Rogério Samora torna-se o quinto ator português a receber tal distinção, depois de Ruy de Carvalho, Raul Solnado, Joaquim de Almeida e Nicolau Breyner.

+ Festroia

Nenhum comentário: