terça-feira, 15 de junho de 2010

Empate frustra torcida lusitana

Ressaltando a única jogada perigosa disparada por Cristiano Ronaldo no travessão ainda na primeira etapa do jogo, portugueses entram em sites de relacionamento e de grandes jornais do País para desabafar sobre seu descontentamento ao placar de 0x0 contra Costa do Marfim.

Assim foi a estreia da seleção de Carlos Queiroz. Foi a 13ª partida dessa Copa, portugueses cantam o hino com força e determinação. A bola rola, mas falta criatividade e sobram passes errados. O time parece nervoso. Dá pra entender, afinal, é a primeira partida da equipe no Mundial.

Quanto mais o tempo passa, mas angustiante fica a partida. A vitória é importante, mas ficamos aliviados com o apito final do juiz. Pois os costa-marfinenses bem organizados e perigosos sufocaram os lusitanos nos últimos minutos.

"Pela primeira vez, a seleção nacional não marcou gol na estreia de um Mundial. Após três vitórias (3x1 na Hungria, em 1966; 1x0 na Inglaterra, em 1986; e 1x0 na Angola, em 2006) e uma derrota (2x3 com os Estados Unidos, em 2002), Portugal iniciou o Campeonato do Mundo de 2010 com um empate. Um 0-0 que deixa tudo na mesma na luta por um lugar nos oitavos-de-final", descreveu Rui Marques Simões.

A equipe comanda por Carlos Queiroz foi composta por, Eduardo, Bruno Alves, Paulo Ferreira, Ricardo Carvalho, Cristiano Ronaldo, Pedro Mendes, Raúl Meireles (Rubén Amorim), Deco (Tiago), Fábio Coentrão, Liedson e Danny (Simão Sabrosa).

Nenhum comentário: