quinta-feira, 3 de junho de 2010

Brad Pitt contra Portugal

O astro de Hollywood Brad Pitt nesta quarta-feira entrou na campanha para tentar levar a Copa do Mundo de 2018 ou 2020 para os Estados Unidos. Ele é o mais recente membro da Comissão Organizadora da candidatura dos EUA aos Mundiais, nos quais Portugal, em conjunto com a Espanha, também concorre.

"O futebol é um esporte realmente global, e a possibilidade de os Estados Unidos sediarem de novo o maior evento esportivo do mundo é uma grande honra", disse o ator.

Além de Pitt, outras celebridades já expressaram apoio à campanha norte-americana, tais como o ex-presidente Bill Clinton, o ex-secretário de Estado Henry Kissinger, o governador da Califórnia, Arnold Scharzenegger, o prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, e o comediante Drew Carey.

O comitê executivo da Fifa anunciará a escolha das sedes dos dois Mundiais no próximo dia 2 de dezembro. Além de Portugal em conjunto com a Espanha e os Estados Unidos, concorrem à sede Austrália, Inglaterra, Indonésia, Japão, Qatar, Coreia do Sul, Rússia e Holanda em conjunto com a Bélgica.

Nenhum comentário: